Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intendo do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glórias, pois, a ele eternamente. Amém! - Romanos 11.33-36.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

O encorajamento de Deus

Diante de tantas situações difíceis que diariamente enfrentamos, existem momentos nos quais o desânimo bate à porta de nossas mentes e corações. Em tais momentos, chegamos à conclusão de que não há razões para prosseguir em tão árdua caminhada, que todo o nosso viver constitui-se em "dar murro em ponta de faca" e que, de fato, vivemos em um universo no qual os fracos não têm vez, sendo nós os fracos em questão. Parece não haver nada que possa dar cor a um viver tão cinzento, trazer vida a um coração tão amortecido, a uma mente tão fatigada.

É exatamente nesses momentos que mais precisamos ouvir a voz de Deus a nos encorajar, e é exatamente nesses momentos que nos parece que o seu silêncio está no ápice.

Mas isso é somente uma "parecer" pois, a voz do Senhor nos encoraja, se não audivelmente, através de cada gota de chuva que cai sobre nós, através de cada raio de sol por entre as nuvens que nos aquece o rosto e, principalmente, através de cada pessoas que amamos e que nos amam que cercam o nosso viver. Ele coloca pessoas em nossas vidas para que, justamento nos momentos em que pensarmos em desistir, possamos olhar para esses amados e ver que Ele os colocou em nossas vidas para dar maior sentido ao nosso viver, e forças para prosseguir.

Então, quando tudo ao seu redor te disser para parar, olhe para a pessoa amada que está ao seu lado e perceba nela a voz de Deus te dizendo para continuar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário