Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intendo do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glórias, pois, a ele eternamente. Amém! - Romanos 11.33-36.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Dilemas morais

"Vimemos em uma cultura onde os dilemas morais mais profundos são ditados pela lógica fria do utilitarismo."



COLSON, Charles e PEARCEY, Nance. E agora, como viveremos. Rio de Janeira: CPAD, 1999.

Nenhum comentário:

Postar um comentário