Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intendo do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glórias, pois, a ele eternamente. Amém! - Romanos 11.33-36.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Pensamentos acumulados

O pior são aquelas pessoas doces e amáveis, cujas ações nefastas o mundo desconhece. Somente os que com elas convivem intimamente é que têm ciência do poder ruinoso de seus intentos. E se ousam tentar proclamar a verdade, são tidos por loucos, mentirosos e ingratos; por problemáticos, paranóicos, equivocados.

Eu não sou bipolar nem instável. A vida é que é. Eu só a acompanho.

As horas passam muito rápido. Gostaria de fazer muitas coisas que gosto. Não há tempo para todas. Preciso escolher. Gostaria de fazer todas. Mas as horas passam muito rápido. Não quero ter que escolher. Mas as horas não se importam com isso. Elas continuam passando rápido, e cada vez mais rápido.

Existe o lado ruim das redes sociais: exposição exceciva, exposição ao perigo, exibicionismo. Mas existe o lado bom: falar com quem amamos e compartilhar as coisas boas que acontecem em nossa vida. Tenho sempre pensado no lado bom. E as coisas boas podem ser "grandes", como uma viagem, ou "pequenas", como uma ida ao shopping. Além disso, o que é grande ou pequeno pra um, pode não ser pra outro, dependendo de suas condições financeiras/sociais.

Todos nós temos pontos fracos em nossa carne. Pode ser desde um desejo carnal mesmo, como costumamos dizer, a um "simples" problema de temperamento. E, quando pensamos que superamos tal ponto fraco, o diabo nos tenta, e se nós não estivermos verdadeiramente sujeitos a Cristo e repletos de Sua palavras, nós cedemos.

Há momentos em que temos vontade de jogar tudo pro alto e fazer o que a carne quer; mas lembramos que Deus habita em nós, e decidimos fazer o que Ele quer.

ele (sim, "ele" com letra minúscula) tem tentáculos malignos que sempre me alcançam. mas eu resito, não me entrego, não me rendo, e Deus vai me livrar.