Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intendo do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glórias, pois, a ele eternamente. Amém! - Romanos 11.33-36.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

O novo nascimento

JOÃO 3. 1 – 6


CARACTERÍSITCAS DO NOVO NASCIMENTO:

1ª) É ESPIRITUAL – O TEXTO-CHAVE NOS MOSTRA ISSO – NASCIMENTO DA ÁGUA E DO ESPÍRITO – JESUS É A FONTE DE ÁGUA VIVA.

2ª) QUANDO HÁ O NOVO NASCIMENTO, HÁ MUDANÇA DAS DISPOSIÇÕES ÍNTIMAS DA ALMA HUMANA – 

A PESSOA QUE NASCE DA ÁGUA E DO ESPÍRITO SE TORNA UMA NOVA CRIATURA EM CRISTO.
2 Co 5. 17: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

3ª) PELO NOVO NASCIMENTO SOMOS FEITOS FILHOS E HERDEIROS DE DEUS.

Jo 1. 12 e 13: Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus.

Rm 8. 14, 16 e 17: Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus. E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

4ª) QUANDO NASCEMOS DE NOVO, A ÁGUA QUE CONDUZ PARA A VIDA ETERNA PASSA A JORRAR DE NÓS.

 Jo 4. 13 e 14: Jesus respondeu e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede, mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água a jorrar para a vida eterna.

5ª) O NOVO NASCIMENTO NOS RECONCILIA COM DEUS.

Rm 5. 10: Porque, se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

2 Co 5. 17 – 19: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados, e pôs em nós a palavra da reconciliação.

6ª) A PARTIR DO NOVO NASCIMENTO, MORREMOS PARA O PECADO E PARA AS OBRAS DA CARNE E VIVEMOS PARA DEUS, GUARDANDO SEUS MANDAMENTOS. AQUELE QUE É NASCIDO DE NOVO NÃO PECA, ISTO É: NÃO VIVE NA PRÁTICA DO PECADO, POIS TEM UM “SISTEMA DE ALERTA” QUE O PREVINE CONTRA AS TRANSGRESSÕES. ESSE SISTEMA DE ALERTA SÃO AS ADVERTÊNCIAS DO ESPÍRITO SANTO QUE HABITA NAQUELE QUE É NASCIDO DA ÁGUA E DO ESPÍRITO. ASSIM, AQUELE QUE É NASCIDO DE NOVO NÃO VIVE EM/NO PECADO, NÃO TEM O PECADO COMO UM ESTILO DE VIDA, POIS A VIDA DAQUELE QUE TEVE O NASCIMENTO ESPIRITUAL REFLETE O DESEJO DE SEGUIR O EXEMPLO DE CRISTO E SERVI-LO COM FIDELIDADE E SANTIDADE.

O PECADO NÃO TEM LUGAR NA VIDA DAQUELE QUE NASCEU DA ÁGUA E DO ESPÍRITO. ELE DEIXA, ABANDONA O PECADO E PRATICA A RETIDÃO.

O NASCIDO DE NOVO NÃO COMETE PECADO DURADOURO OU HABITUAL; ELE NÃO PERSISTE NO PECADO. ANTES, BUSCA ARDUAMENTE A RETIDÃO.

Rm 6. 1 – 4, 6, 11: Que diremos, pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça seja mais abundante? De modo nenhum! Nós que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele? Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte? De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo ressuscitou dos mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida... sabendo isto: que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado. Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Rm 8. 5 – 7, 9a, 10: Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito. Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

Gl 5. 16, 17, 19 – 21, 24: Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito, contra a carne; e estes opõem-se um ao outro; para que não façais o que quereis. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências.

Ef 4. 31: Toda amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmias, e toda malícia seja tirada de entre vós.

Cl 3. 5 – 8: Mortificai, pois, os vossos membros que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil concupiscência e a avareza, que é idolatria; pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; nas quais também, em outro tempo, andastes, quando vivíeis nelas. Mas, agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca.

1 Pe 2. 1: Deixando, pois, toda malícia, e todo engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações.

1 Jo 2. 3 – 6: E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou.

1 Jo 3. 6 e 9: Qualquer que permanece nele não peca; qualquer que peca não o viu nem o conheceu. Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.

1 Jo 5. 18: Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não peca; mas o que de Deus é gerado conserva-se a si mesmo, e o maligno não lhe toca.

7ª) OS NASCIDOS DA ÁGUA E DO ESPÍRITO PENSAM NO QUE É PRÓPRIO DO ESPÍRITO E PRATICAM AS OBRAS DO ESPÍRITO.

Rm 8. 5: Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito.

1 Co 2.16: Porque quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.

Gl 5. 22: Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.

Fp 4. 8: Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.

Cl 3. 1 – 3: Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra; porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.

8ª) O NOVO NASCIMENTO – EM CRISTO – VIVIFICA E NOS TRAZ O PERDÃO DOS NOSSOS PECADOS, NOS LIVRANDO DA CONDENAÇÃO.

Jo 6. 63: O espírito é o que vivifica, a carne para nada aproveita; as palavras que eu vos disse são espírito e vida.

Rm 8. 1: Portanto, agora, nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o espírito.

Rm 8. 10: E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

Ef 2. 1, 4 - 6: E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados... Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;

Cl 2. 13 e 14: E, quando vós estáveis mortos nos pecados e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.

9ª) O NOVO NASCIMENTO NOS TORNA CHEIOS DE AMOR (A DEUS E AO PRÓXIMO).

1 Jo 3. 14: Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos; quem não ama a seu irmão permanece na morte.

1 Jo 4. 7, 8, 11 - 13, 16, 19 - 21: Amados, amemo-nos uns aos outros, porque a caridade é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, porque Deus é caridade. Amados, se Deus assim nos amou, também nós devemos amar uns aos outros. Ninguém jamais viu a Deus; se nós amamos uns aos outros, Deus está em nós, e em nós é perfeita a sua caridade. Nisto conhecemos que estamos nele, e ele em nós, pois que nos deu do seu Espírito. E nós conhecemos e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é caridade e quem está em caridade está em Deus, e Deus, nele. Nós o amamos porque ele nos amou primeiro. Se alguém diz: Eu amo a Deus e aborrece a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também seu irmão.

10ª) O NOVO NASCIMENTO NOS TORNA VENCEDORES EM CRISTO JESUS.

Rm 8. 31 – 39: Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? Pois é Cristo quem morreu ou, antes, quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia: fomos reputados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Porque estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor!

1 Co 15. 57: Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.

1 Pe 1. 22: Purificando a vossa alma na obediência à verdade, para caridade fraternal, não fingida, amai-vos ardentemente uns aos outros, com um coração puro.

1 Jo 5. 4 e 5: Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?

11ª) QUANDO NASCEMOS DA ÁGUA E DO ESPÍRITO, A “SEMENTE DE DEUS” PERMANECE EM NÓS. OU SEJA, TANTO A NATUREZA DE DEUS COMO A SUA PALAVRA E O SEU ESPÍRITO PERMANECEM NO CRISTÃO, POIS ELE É NOVA CRIATURA EM CRISTO JESUS. É UMA HABITÇÃO MÚTUA: DE DEUS NO CRENTE E DO CRENTE EM DEUS.

1 Jo 3.9 e 24: Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus. E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós: pelo Espírito que nos tem dado.

2 Co 5. 17: Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

1 Pe 1. 23: sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva e que permanece para sempre.

12ª) O NOVO NASCIMENTO É ALGO SOBRENATURAL, QUE NOS RESSUSCITA, POIS ATRAVÉS DELE PASSAMOS DA MORTE PARA A VIDA.

1 Jo 3.14a: Nós sabemos que passamos da morte para a vida.

13ª) O NOVO NASCIMENTO NOS RENOVA PARA O CONHECIMENTO.

Cl 3. 9 e 10: Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos e vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário