Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Porque quem compreendeu o intendo do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glórias, pois, a ele eternamente. Amém! - Romanos 11.33-36.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

JESUS ESTÁ ÀS PORTAS. E NÓS? EM QUAL PORTA ESTAMOS?


VIVEMOS EM UMA ERA EM QUE “EVANGELHOS” QUE NOSSOS AMADOS APÓSTOLOS (APÓSTOLOS MESMO, AQUELES QUE LITERALMENTE VIRAM A JESUS AQUI NA TERRA) JAMAIS PREGARIAM ESTÃO SENDO PREGADOS.

UM DELES, UM DOS QUAIS AS PESSOAS MAIS GOSTAM É O “EVANGELHO” DO VINDE A MIM COMO ESTÁS... E PERMANEÇA ASSIM. REALMENTE, JESUS VEIO SALVAR OS QUE ESTAVAM PERDIDOS E CURAR OS ENFERMOS (NESTE CASO, ESPIRITUAIS) – Mc 2.17. CONTUDO, ELE CHAMOU OS PECADORES, PARA QUE ESTES SE TORNASSEM JUSTOS, E O MESMO FAZ HOJE EM DIA.

TODOS OS QUE ATENDERAM AO CHAMADO DO MESTRE TIVERAM SUAS VIDAS TRANSFORMADAS. ENTÃO, POR QUE NÓS INSISTIMOS EM CONTINUAR COM NOSSAS VIDAS MEDÍOCRES, PROCLAMANDO SERVIR A CRISTO, MAS NEGANDO A EFICÁCIA DE SEU AMOR (1 Tm 3.5)?

O “EVANGELHO” PREDILETO DA ATUALIDADE É O DO SE VOCÊ, ALGUMA VEZ NA VIDA, FEZ UMA ORAÇÃO PEDINDO PARA JESUS ENTRAR EM SEU CORAÇÃO, ENTÃO VOCÊ ESTÁ SALVO, NÃO IMPORTANDO A MANEIRA COMO VOCÊ VIVE, POIS, AFINAL, O QUE IMPORTA NÃO É O QUE VOCÊ FAZ, NEM A SUA APARÊNCIA, MAS O QUE ESTÁ SEM EU CORAÇÃO, PORQUE É SOMENTE PARA ELE QUE DEUS OLHA. AGORA, É SÓ RECEBER, RECEBER E RECEBER TUDO O QUE ELE TEM PRA TE DAR - EMOCIONAL, FÍSICA E MATERIALMENTE FALANDO - (E QUE ELE É OBRIGADO A TE DAR, UMA VEZ QUE VOCÊ JÁ DETERMINOU, ORDENOU E TOMOU POSSE; CASO CONTRÁRIO, ELE NÃO É DEUS), SEM NADA OFERECER, NEM MESMO UMA VIDA DE SEPARAÇÃO DO MUNDO, DO PECADO, DA CORRUPÇÃO. MAS E QUANTO AO EFETIVAMENTE SER DISCÍPULO, SERVO, SEGUIDOR DE JESUS?

ELE ESTÁ ÀS PORTAS, ESTÁ VOLTANDO PARA BUSCAR A SUA SANTA, IRREPREENSÍVEL E IMACULADA IGREJA – Ef 5.27. MAS E NÓS? POR QUAL PORTA ENTRAMOS E POR QUAL CAMINHO ESTAMOS ANDANDO? A ORDEM DE NOSSO SENHOR FOI A DE QUE ENTRÁSSEMOS PELA PORTA ESTREITA E CAMINHÁSSEMOS PELO CAMINHO AO QUAL ELA CONDUZ, QUE TAMBÉM É ESTREITO. ELE NÃO DISSE QUE ERA SÓ PASSARMOS PELA PORTA, ATRAVÉS DA ORAÇÃO DO ENTRA EM MEU CORAÇÃO, E ESTAVA TUDO CONSUMADO. A FÉ SEM OBRAS É MORTA (Tg 2.14-26); UMA VIDA COM CRISTO SE REFLETE EM TODOS OS ASPECTOS DE NOSSAS VIDAS; O AMOR A ELE (1 Jo 2.15-17; 3.10; 4.19) E AO PRÓXIMO (1 Jo 2.9 e 10; 3.10,14; 4.7 e 8, 11 e 12, 20 e 21; 5.2) SE REFLETE EM ATITUDES QUE NÃO FIRAM NEM A DEUS (ENVERGONHANDO SEU NOME, O DESONRANDO), NEM AO PRÓXIMO E NEM À GLORIOSA IGREJA DE CRISTO (FAZENDO DELA MOTIVO DE ESCÂNDALO E CHACOTA, ESCÁRNIO, ZOMBARIA). UMA VEZ QUE PASSAMOS PELA PORTA ESTREITA, ENTRAMOS POR UM CAMINHO SEM VOLTA, E A ÚNICA DIREÇÃO A SEGUIR É A QUE LEVA A UMA VIDA DE DEVOÇÃO E SANTIFICAÇÃO (1 Pe 1.2) A DEUS, SEM A QUAL NINGUÉM O VERÁ (Hb 12.14). DO CONTRÁRIO, ESTAMOS ENGANANDO A NÓS MESMO E, INFELIZMENTE, MUITAS VEZES, ÀQUELES QUE DEUS NOS CONFIOU PARA QUE MOSTRÁSSEMOS O CAMINHO DA SALVAÇÃO: JESUS CRISTO, EM SUA TOTALIDADE, NA TOTALIDADE DE SUA OBRA, O VERDADEIRO EVANGELHO.

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

LEMBRE-SE DO SEU INÍCIO!


As "pequenas obras" que Deus coloca nas mãos do Seus servos não são degraus para atingir a "grandeza", a "grande obra", ou "grandes obras".  As "pequenas obras" SÃO a GRANDEZA, SÃO as GRANDES OBRAS que Deus tem nos confiado.

Jesus, nosso Exemplo, nunca se preocupou com número, com quantidade de ouvintes. Ele seguiu fazendo a obra para e com aqueles que O seguiam. O próprio Jesus foi abandonado por muitos. Ou seja: muitos abandonaram Jesus, mas Ele não se abalou; antes, continuou a fazer o trabalho para o qual o Pai lhe enviara. O TAMANHO e a QUANTIDADE nunca foram Suas MEDIDAS DE SUCESSO. O número de Seus ouvintes NUNCA incomodou a Jesus, ou alterou sua maneira de falar ou o que falava, a fim de agradar o "público". Pregava o 'cristianismo puro e simples'. Sua personalidade e Seu ministério não seguiam aos desejos e expectativas carnais e egoístas dos ouvintes.

Em suma, Ele se manteve fiel aos dias humildes de Seu começo, do princípio de Seu ministério, seguindo o que ensina Zacarias 4.10a: Quem despreza o dia das coisas pequenas? ou Quem despreza o dia dos humildes começos?

O problema é que, hoje, temos dois problemas no que diz respeito a como os "servos" de Deus veem obra de Deus:

1º) Para alguns, muitas obras realizadas pelos crentes são sem importância, sem valor algum, se não forem "grandes obras". Contudo, nenhuma obra realizada sob a ordem e o poder do Espírito Santo de Deus, sob a vontade e a inspiração do Criador é sem significado, valor, relevância e importância.

2º) MUUUUUUITOS se esquecem dos dias humildes do começo de seus ministérios, quando eram "simples" pastores de uma pequenina igrejinha, em alguma área na periferia da cidade, deixando de dar o devido valor a tal começo e passando a gloriar-se apenas na "grande obra" na qual estão agora.

Quem disse que ser obreiro de uma "grande obra" é ser o presidente internacional de uma denominação, com altos padrões de orçamento e alto nível de escolaridade? Quem disse que isso é ser bem-sucedido na obra de Deus? (SEM QUALQUER DESMERECIMENTO/OFENSA PARA COM AQUELES QUE SERVEM A DEUS NESSAS CONDIÇÕES).

Mais: quem disse que é mais importante o pastor de uma grande denominação, que se apresenta semanalmente em rede nacional e internacional de televisão do que aquele que está em algum país mulçumano pregando o Verdadeiro Evangelho,  arriscando sua vida, , por amor a Deus e aos homens?

NÃO. Ninguém (claro que há exceções) se lembra que começou humilde e "simplesmente" como um porteiro de igreja ou como uma recepcionista. Isto é "riscado da história" quando o(a) obreiro(a) do Senhor se "transforma" em conferencista internacional (só porque pregou uma vez em um país que faz fronteira com o seu, como o Paraguai, no nosso caso) ou monta o ministério Fulana de Tal (e só porque Deus lhe abriu a porta para aconselhar outras mulheres em sua igreja local).

Algumas referências bíblicas: Zc 4.10a; Jo 6.66.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

O poder EM Deus


TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE - um dos chavões prediletos para os defensores de riqueza, saúde e sucesso incondicionais na vida dos "crentes". Contudo, o versículo formado por estas mesmas palavras está inserido num contexto que nos ensina que seu autor, nosso prezado irmão Paulo, REALMENTE TINHA O PODER para suportar, e com alegria e fé, todas as coisas naquEle que o fortalecia: ele tanto PODIA ter parte em um grandiosíssimo banquete, como podia passar fome; ele tanto tinha a CAPACIDADE de estar muito bem vestido, como de passar frio; ele tanto SABIA falar para os maiorais, como ser açoitado e expulso de cidades por causa do Evangelho; ele tanto CONSEGUIA aceitar o bem de Deus como o espinho na carne.; ele tanto sabia ser exaltado, como humilhado e caluniado; ACEITOU ter amigos, e aceitou se abandonado. E tudo isso com cânticos de louvor em seus lábios. Ele podia passar por qualquer situação de aflição ou por qualquer circunstância adversa e usar tais momentos para a glória de Deus, cumprindo Seu chamado, SEMPRE, sem ficar "chateado" com Deus. E quanto a nós? Realmente podemos todas as coisas naquEle que nos fortalece?

Algumas referências bíblicas: Fp 4.13; At 16; II Co 6.5;  II Co 12.7-10; II Tm 4.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Vencendo vem Jesus


Os sinais do retorno de Cristo, para buscar Sua, Igreja mais se mostram, se mostram cada vez mais, cada vez MAIORES e cada vez em maior QUANTIDADE. As catástrofes de proporções estrondosas apavoram a muitos: catástrofes naturais, sociais, econômicas, familiares, catástrofes nos padrões morais e éticos, nas regras para uma boa convivência, para uma convivência verdadeiramente baseada no respeito aos direitos e deveres de cada indivíduo, de cada entidade, de cada instituição. As guerras ocorrem em escala mundial; mas as MAIORES GUERRAS estão sendo travadas nos LARES: pais que perderam o controle sobre os filhos, televisões e escolas que "assumiram" a responsabilidade pela educação e pela formação das crianças (caráter, comportamento, religião etc.), porfias e dissensões entre irmãos, e por aí afora, ou melhor, por aí adentro. Mas aqueles que estão com os olhos fitos no ALVO, aqueles que não se deixaram envolver pelas 'questões' desta terra, desta vida, aqueles que não se esqueceram de sua VERDADEIRA CIDADANIA, estes apenas se preparam cada vez mais, a cada dia, em santidade e devoção a DEUS, aguardando ansiosamente pelo MOMENTO ÚNICO E TRIUNFAL do encontro com o Amado Senhor, nos ares, num abrir e fechar de olhos.

Algumas referências bíblicas: Mt 24.12,36-44; I Co 15.50-58; II Tm 3.1-9.